Voluntários alemães visitam Regional Sul 3 da CNBB

Representantes da Associação de Missões e Ajuda ao Desenvolvimento (em alemão Arbeitsgemeinschaft Missions – und Entwicklungshilfe e.V), que atua no envio de voluntários e de auxílio financeiro a diversos países, estão esta semana em visita ao Brasil. O presidente da instituição, Roman Engelhart, e outros dois colaboradores trazem doações, especialmente em roupas recolhidas na diocese de Rottenburg-Stuttgart.

A associação envia doações ao Brasil há cerca de 30 anos. Nessa visita ao país, já passaram em Recife (PE), Paulo Afonso e Salvador (BA), Petrópolis (RJ) e Foz do Iguaçu (PR). Ao chegarem ao Rio Grande do Sul, visitaram os municípios de Novo Hamburgo, São Leopoldo, Passo Fundo e Getúlio Vargas, e também visitaram a sede do Regional Sul 3 da CNBB, em Porto Alegre.

“Quase todas as dioceses do Rio Grande do Sul receberam o repasse das roupas trazidas”, comenta o ex-presidente da Associação, Bruno Heiis, que integra a comitiva. Ele relata que o trabalho de angariar roupas e calçados em bom estado, e depois separá-los em fardos de 100 quilos cada, é feito por 1.500 voluntários. “Nós nos preocupamos em agrupar as roupas de acordo com o frio ou o calor que faz no lugar que vai receber a doação. Assim, para o sul do Brasil enviamos as roupas mais pesadas e as mais leves seguem para o nordeste”.

Bruno, que visita o país desde 2007, relata que as mudança e as melhorias no país são realmente perceptíveis. “O Brasil vive um grande momento e temos muita esperança que vai melhorar ainda mais. Nossa associação quer ajudar as pessoas a se desenvolverem, a crescerem, mas não com assistencialismo”, cita o ex-presidente, referindo-se ao período em que a instituição alemã também enviava doações de leite em pó para o Brasil. Na avaliação dele, tal tipo de ação acaba não auxiliando da melhor maneira e resvala para o puro e simples assistencialismo da população mais carente.

Em Getúlio Vargas (RS), a Associação de Missões financiou a reforma do Lar da Menina – Ação Social Getuliense Nossa Senhora da Salete, que atende aproximadamente 130 crianças. Em Paulo Afonso (BA), um grupo de 12 mulheres recebe auxilio profissional para atuar no pescado de tilápia.

A Associação está presente na América do Sul, na África e no Leste Europeu. Somente em 2012, Brasil, Argentina, Chile, Uganda, Angola e Romênia receberam juntos 332 toneladas em donativos.

Escreva um Comentário

Ver todos os Comentários

Seu endereço de email não será publicado. Também outros dados não serão compartilhados com a terceira pessoa. Campos obrigatórios marcados como * *

Share This