“Vós mesmos, dai-lhes de comer”

Com esta frase, tirada do Evangelho de Marcos 6,37 a Dra. Zilda Arns iniciava a apresentação do “Guia do Líder da Pastoral da Criança”.
Segundo a Dra. Zilda, a finalidade da Pastoral da Criança é aquela de ensinar as famílias sobre os cuidados com a criança, desde a gestação até os seis anos de idade.

É interessante perceber que os termos orientadores desta belíssima iniciativa da Igreja Católica, tendo à frente uma de suas filhas reconhecidamente mais ilustres, revelam na verdade, o espírito que animou esta mulher heróica, durante anos e anos de sua vida.

Para a Dra. Zilda Arns, cuidar das crianças (e posteriormente também dos idosos, já que ela também foi a criadora e incentivadora da Pastoral da Pessoa Idosa) significava a sua maneira de entender as palavras de Jesus, no Evangelho de João: “ Eu vim para que todos tenham vida e a tenham em abundância” (João 10,10).

A preocupação desta mulher extraordinária não se resumia tão somente em salvar as vidas das crianças ou cuidar de que recebessem uma boa alimentação. Não é só a isto que se dedica a Pastoral da Criança. Mas o objetivo maior, sem dúvida, é aquele de oferecer meios adequados para que as crianças pudessem ser felizes, e capazes de aprender a amar de verdade. Este é o grande objetivo da Pastoral da Criança: redimir pelo amor e ensinar os redimidos a amar.

A Pastoral da Criança, inspirada por sua fundadora, procura trabalhar com estes dois elementos fundamentais: a fé e a vida, sempre no contexto da família e da comunidade, visando o desenvolvimento integral da criança, para que cresçam em Sabedoria e Graça, assim como Jesus cresceu, e atingiu a plena maturidade humana.

Foi portanto, nos Evangelhos, que esta mulher forte e determinada buscou a inspiração para organizar o maior e mais bem organizado Movimento social de resgate das vítimas inocentes da fome e da miséria deste país, sem precisar envolver o mesmo Movimento na dependência de verbas públicas, que costumam chegar ao destinatário final sempre de forma reduzida, vítima dos vazamentos da burocracia e do roubo.

A Pastoral da Criança é filha desta mulher íntegra e correta.

A dramaticidade de sua morte revela a que ponto chegou seu compromisso para com as crianças do mundo todo.
Com a morte da Dra. Zilda Arns o Brasil não se empobrece. Ao contrário, a herança deixada por esta médica sanitarista, de profunda fé católica, continuará a inspirar milhões de brasileiros, que levarão adiante seu legado, e continuarão a trabalhar pelo bem das maiores riquezas deste imenso país, que são suas crianças.

Descanse em paz, Dra. Zilda Arns.
Interceda por nós junto de Deus.

Escreva um Comentário

Ver todos os Comentários

Seu endereço de email não será publicado. Também outros dados não serão compartilhados com a terceira pessoa. Campos obrigatórios marcados como * *

Share This