XIX Congresso da Cáritas América Latina e Caribe reafirma compromisso com os empobrecidos e defesa da vida

No último dia de atividades os participantes foram provocados a refletir a partir da seguinte pergunta: Como a Cáritas ouve e responde aos gritos dos empobrecidos a partir de sua experiência? Esta reflexão foi assessorada pelo secretário do Dicastério para o Serviço do Desenvolvimento Humano Integral, Bruno Marie-Duffe. Entre os destaques de sua colocação o secretário assinalou que a identidade da missão da Cáritas está identificada com quatro verbos: acolher, promover, sustentar e acompanhar com a caridade de Deus, e que seu trabalho está em levar adiante a verdadeira Igreja em saída.

A declaração final do Congresso também aponta outros desafios: “Temos experimentado a presença do Espírito de Deus e a força de nossos mártires para discernir a realidade de dor e de sofrimento de nosso povo pobre que sofre os rigores da exclusão, a fome e a miséria; a falta de oportunidades de desenvolvimento; a migração forçada; o tráfico de pessoas, a fragilidade democrática, como resultado da corrupção; o extrativismo voraz que danifica e destrói a Casa Comum e outros males causados ​​pelo egoísmo de um modelo econômico que reduz o ser humano à categoria de consumidor, descartável, quando não responde às exigências do mercado”.

Saiba mais e conheça a declaração final: http://caritas.org.br

Share This