Dom Gilson ressaltou que, a pedido do papa Francisco a Igreja, no mundo e no Brasil, precisa ouvir os jovens com uma “escuta empática”

Você também pode gostar