Solidariedade chega a 4.012 famílias por meio de ajuda humanitária da Cáritas Maranhão e Fundação Banco do Brasil

A Cáritas Brasileira regional Maranhão em parceria com a Fundação Banco do Brasil levou ajuda humanitária a 4.012 famílias atingidas pelas enchentes no estado do Maranhão. A ação foi desenvolvida em três etapas entre os meses de abril e junho, alcançando diretamente 4.012 famílias e aproximadamente 16 mil pessoas, em 34 municípios que decretaram situação de emergência no Maranhão em função das enchentes.

As famílias beneficiadas na primeira e segunda etapas receberam uma cesta básica, um kit de limpeza e um garrafão de água mineral de 20 litros. Famílias e fornecedores se impressionam com o tamanho da cesta básica, que tem média de duração de 15 dias: cinco quilos de arroz, três de feijão, 750 gramas de café, dois quilos de açúcar, 900ml de óleo de cozinha, quatro latas de sardinha, 400 gramas de leite em pó, três pacotes de flocão de milho, dois quilos de farinha e 30 ovos. Os kits de limpeza contêm dois litros de água sanitária, uma barra de sabão, oito rolos de papel higiênico, duas esponjas e dois frascos de detergente.

Na terceira etapa, realizada no contexto bem posterior às enchentes, além das cestas básicas e kits de limpeza, cada família recebeu também uma rede de dormir. Um item doméstico básico que faz parte do hábito cultural do povo maranhense e que se constitui num auxílio importante para famílias que perderam, dentre outras coisas, camas e colchões durante o período das cheias. Na terceira fase da ajuda humanitária, além de famílias vitimadas pelas enchentes, foram contempladas 428 famílias dos Povos Indígenas Guajajaras nos municípios de Grajaú, Jenipapo dos Vieiras e Itaipava do Grajaú.

Dos rios às estradas: a ajuda chega a comunidades que precisam em Vitória do Mearim. | Fotos: Cáritas MA

Mutirão de solidariedade

A ação foi coordenada pela Cáritas Brasileira Regional Maranhão, com apoio da Fundação Banco do Brasil (FBB), em parceria com as equipes locais das Cáritas Diocesanas, Paróquias, agentes locais da Defesa Civil, gestores públicos e uma grande rede de voluntários e voluntárias dos municípios de abrangência. Com o envolvimento das pessoas formou-se um grande mutirão de solidariedade, o que potencializou a ação: 94% dos recursos investidos pela FBB foram aplicados diretamente na aquisição de cestas básicas, kits de limpeza, garrafões de água mineral e redes de dormir, ficando apenas um percentual de 6% para logística e pequenas despesas operacionais.

Para quem recebeu, a ação foi de grande importância. Maria Joana Moraes Ferreira, trabalhadora rural, no povoado de Cavaleiro, município de Cajari, disse a ajuda recebida apoiou a família de seis pessoas. “Nesse período que a gente perde as roças, no período das enchentes, a gente só tem a agradecer essa campanha.”, disse.

Os 34 municípios participantes foram: Arari, Afonso Cunha, Alto Alegre do Pindaré, Cantanhede, Conceição do Lago Açu, Cajari, Barreirinhas, Barra do Corda, Buriti, São Benedito do Rio Preto, Bacabal, Coroatá, Codó, Itaipava do Grajaú, Itapecuru Mirim, Graça Aranha, Pedreiras, Pindaré-Mirim, Presidente Vargas, Presidente Juscelino, Esperantinópolis, Grajaú, Jenipapo dos Vieiras, Nina Rodrigues, Lagoa Grande do Maranhão, Trizidela do Vale, Tuntum, Marajá do Sena, Monção, São João Batista, São Luiz Gonzaga, Vargem Grande, Vitória do Mearim e Viana.

Com informações:
Regional Nordeste 5 da CNBB  e Lena Cardoso – Cáritas Brasileira Regional Maranhão

 

Tags:

leia também