Grebicat aprofunda reflexões que irão nortear os projetos de Animação Bíblico-Catequética no país

Aconteceu nesta sexta-feira, 2 de fevereiro, a reunião do Grupo de Reflexão BíblicoCatequética, o Grebicat, na Casa Dom Luciano, em Brasília (DF). Com uma nova formação, o grupo de peritos da Comissão para a Animação Bíblico-Catequética da CNBB ajuda a avançar na reflexão, especialmente as que são próprias do projeto pastoral para o quadriênio (2023-2027). 

Na reunião, segundo a assessora da Comissão, Mariana Venâncio, foram apresentadas, dentre tantas outras temáticas, o plano de pastoral. Neste ano de 2024, por exemplo, Mariana explicou que estão programados vários projetos pastorais nos eixos de formação, articulação, produção de subsídios e eventos:

“A Comissão trabalha especialmente com três linhas de formação, que são orientadas por sujeitos diferentes: presbíteros, seminaristas e catequistas, leigos e leigas. Essas três linhas são marcadas pelos três grandes eventos que temos agora em 2024: o encontro com presbíteros, encontro com seminaristas, encontro com catequistas, leigos, leigas e também padres, seminaristas e bispos. E aí, essa manhã, por exemplo, nós refletimos sobre o lugar desses três sujeitos”, explicou a assessora.

O Grebicat é formado por 12 membros, parte deles são biblistas, formados em Sagrada Escritura, e outra parte são catequetas, no qual a maioria tem experiência de atuação pastoral em catequese. “Não é só um grupo de reflexão acadêmica, não é esse o objetivo, mas principalmente um grupo que ajuda no avanço da reflexão pastoral mesmo”, explica Mariana.

Victor Paiva, membro do Grebicat

Victor Paiva está entre os novos membros do Grebicat. Para ele, é uma alegria e, ao mesmo tempo, uma responsabilidade fazer parte do grupo. “Trago a experiência da Igreja da Amazônia, do seu chão, cheiro e rosto, para sonhar junto com a Igreja em nível nacional. É uma experiência de concreta sinodalidade”, disse.

Ainda na reunião, o grupo refletiu sobre a formação de presbíteros e seminaristas e o seu envolvimento com a Iniciação à Vida cristã. Outra reflexão feita foi sobre os catequistas leigos e leigas e o seu lugar na Iniciação à Vida cristã no Brasil, hoje, e seus principais desafios.

O Grebicat é responsável também pela elaboração de subsídios, outro assunto que mereceu destaque na reunião. Um deles é o texto-base para o Mês da Bíblia e os outros são os roteiros para encontros bíblicos, tradicionalmente organizados pela Comissão para a Animação Bíblico-Catequética. Mariana Venâncio explica que o grupo define os temas e depois, com alguns autores convidados, os subsídios vão sendo confeccionados.

 

Tags:

leia também