Papa Francisco recebe em audiência a nova presidência do Conselho Episcopal Latino-americano e do Caribe

Na manhã desta segunda-feira, 11 de setembro, os membros recém-eleitos que compõem a presidência do  Conselho Episcopal Latino-Americano e do Caribe (Celam) apresentaram ao Papa Francisco as realidades vivenciadas nas diversas conferências episcopais representadas e os projetos em vista para o próximo quadriênio.

O arcebispo de Porto Alegre (RS), presidente da CNBB e também presidente do organismo, dom Jaime Spengler, em entrevista ao Vatican News, disse que a audiência com o Santo Padre foi um momento de encontro marcado pela acolhida e, sobretudo, pela disposição dos membros do Celam em colaborar com o ministério do Papa Francisco.

Dom Jaime disse ainda que o Santo Padre mostrou interesse em saber da última assembleia do Celam, realizada em maio, em Porto Rico, e também deu indicações para os rumos da instituição. “Podemos dizer que o Santo Padre está acompanhando muito de perto a realidade latino-americana e caribenha”, disse.

Esperanças e  angústias do continente

Dom Jaime afirmou que os bispos foram ouvidos pelo Pontífice sobre as alegrias, esperanças e também as angústias do continente latino-americano e caribenho. “Trouxemos alguns aspectos da assembleia eclesial que nós, como continente, estamos experimentando ao longo dos últimos tempos. Isso certamente traz expectativas sobre como dar continuidade a este trabalho.”

Ao falar sobre as atividades apenas iniciadas da nova presidência, dom Jaime destacou que este é um momento de aprendizado, com o objetivo principal de compreender bem a missão do Celam. “Fazemos votos, claro, sustentados e orientados por aquilo que o Santo Padre pede de nós, de ser uma presença cada vez mais efetiva e afetiva junto às conferências episcopais que compõem o continente latino-americano e caribenho. Com essa disposição, desejamos avançar.”

Ao concluir, o atual presidente do Conselho Episcopal Latino-Americano e do Caribe destacou que, após o encontro com o Papa, o desejo é seguir em frente, apoiados pela fé. “Certamente é o Espírito que anima, orienta, sustenta e inspira a Igreja. É também esse Espírito que nos sustenta, enquanto presidência, a cumprir o que a Assembleia Geral solicitou de nós para o próximo quadriênio.”

Com informações e foto: VaticanNews 

Tags:

leia também