Conheça o projeto “Transformando Vidas” que profissionalizou mulheres para geração de renda em Rodrigues Alves (AC)

O quarto vídeo da série “Fraternidade em ação”, com iniciativas apoiadas pelos recursos do Fundo Nacional de Solidariedade (FNS), destaca o Projeto Transformando Vidas, realizado na diocese de Cruzeiro do Sul (AC). A ação foi voltada para profissionalização de mulheres em cursos de manicure e pedicure, na paróquia São José, no município de Rodrigues Alves (AC).

De acordo com o coordenador técnico do projeto, Joaquim Neto, o objetivo principal desse projeto é profissionalizar mulheres nos cursos de manicure e pedicure. Foram 14 pessoas diretamente beneficiadas com a formação, além daqueles que serão beneficiados indiretamente com a geração de renda.

“Nós queremos agradecer ao Fundo Nacional de Solidariedade pelo apoio na realização das atividades. E queremos convidar você a também fazer a sua doação para o Fundo Nacional de Solidariedade, pois a sua doação alcança e transforma vidas”, disse a coordenadora do curso, Bruna.

O padre Clezildo Gomes, pároco da paróquia, também agradeceu a colaboração do FNS na iniciativa e destacou os frutos positivos que serão colhidos pela comunidade. “Depois do curso, podem ter uma renda extra para sua família e também ajudar na beleza, na estética e no bem-estar das pessoas aqui no município”, disse.

Confira o vídeo:

A série “Fraternidade em ação” é uma parceria da Pastoral da Comunicação (Pascom Brasil) com o Setor de Campanhas da CNBB e a Assessoria de Comunicação da Conferência, que visa tornar conhecidos os projetos apoiados pelos recursos arrecadados durante a Coleta Nacional de Solidariedade, realizada no Domingo de Ramos em todo o Brasil.

Coleta da Solidariedade

Os recursos destinados a projetos sociais em todo o Brasil são oriundos da Coleta Nacional de Solidariedade, realizada anualmente no Domingo de Ramos, em todas as comunidades católicas do país. Este é o gesto concreto da Campanha da Fraternidade e forma dois fundos caritativos: o Fundo Nacional de Solidariedade (FNS) e o Fundo Diocesano de Solidariedade (FDS), os quais têm por objetivo promover a sustentação da ação social da Igreja Católica do Brasil.

Dos valores arrecadados na Coleta Nacional de Solidariedade, 60% do total forma o FDS, em cada diocese. Os outros 40% são enviados para a CNBB, formando o FNS, gerido por um conselho gestor. Compõem este conselho o secretário-geral da CNBB, o presidente e o assessor da Comissão para a Ação Sociotransformadora, o ecônomo, o subsecretário adjunto geral, profissionais do Departamento Social, o secretário de Campanhas e um representante dos secretários executivos dos Regionais da CNBB.

Projetos em 2023

A Campanha da Fraternidade 2023 foi refletida e vivenciada sob o tema “Fraternidade e fome”, diante da situação de retorno do país ao Mapa da Fome. Com três reuniões realizadas durante o ano, o Conselho Gestor do FNS aprovou 240 projetos, distribuindo R$ 6.577.799,88.

Saiba mais sobre os projetos apoiados pelo FNS.

Convite para doação da Coleta Nacional de Solidariedade

Tags:

leia também