Associação Nacional de Educação Católica (ANEC) realiza congresso em Cuiabá

A Associação Nacional de Educação Católica (Anec) realiza entre os dias 25 e 27 de março, em Cuiabá (MT), o V Congresso Nacional de Educação. O evento apresenta as ideias de inovação, sustentabilidade e humanismo solidário em um objetivo de promover o debate e a reflexão sobre o papel das instituições católicas do Brasil e suas finalidades e contribuições para a sociedade brasileira.

O evento receberá representações de províncias religiosas, presidentes de entidades mantenedoras, reitores e gestores das escolas e instituições de ensino superior (IES) católicas, como também agentes de pastoral, equipes técnico-pedagógicas, educadores e estudantes. Apresenta-se como intensão “congregar as instituições educacionais para refletir sobre os sentidos e propósitos da educação no contexto atual”.

Na pauta, minicursos sobre humanismo solidário, inovação e sustentabilidade; celebrações; mesas-redondas; apresentações de cases e TED’s e palestras. Tais experiências devem permitir aprofundar discussões sobre os processos de inovação nas instituições educacionais; compreender de forma sistêmica o conceito, as ações e os desdobramentos da sustentabilidade para a sociedade; e ampliar a reflexão sobre o humanismo solidário para impulsionar a cultura do encontro.

O bispo auxiliar de Belo Horizonte (MG) e reitor da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC-Minas), dom Joaquim Giovani Mol Guimarães, fará a primeira palestra magna do evento, com o tema “O Humanismo Solidário num mundo de Exclusão”.

O presidente da Câmara de Educação Básica da Anec, professor Francisco Morales, apresentará aos participantes do congresso a iniciativa apoiada pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) voltada para fortalecer as Redes Católicas de Educação no país: o projeto “Redes em Rede – juntos pela Educação Católica”.

Universidades & Amazônia
Durante o evento, haverá a assinatura do Protocolo de Compromisso das IES com a Agenda Universidades & Amazônia 2019-2029, tendo em vista o Sínodo para a Amazônia. A iniciativa é fruto de parceria entre o Setor Universidades da Comissão Episcopal Pastoral para a Cultura e a Educação da CNBB e a Rede Eclesial Pan-Amazônica, ligada à Comissão Episcopal para a Amazônia da CNBB. O intuito do compromisso é buscar maior sinergia e parceria nas ações com atenção especial ao Bioma Amazônia, num diálogo à luz da carta encíclica Laudato Si’, do papa Francisco.

O assessor do Setor Universidades da CNBB, padre Danilo Pinto, falará sobre a Pastoral Universitária e Agenda 2019-2029. Já a assessora da Comissão para a Amazônia, irmã Irene Lopes dos Santos, fará exposição sobre o Sínodo Especial para a região Pan-Amazônica, cujo tema é “Amazônia: novos caminhos para a Igreja e para uma ecologia integral”.

Share This