“É nosso dever como cristãos amar os migrantes, acolhê-los e ampará-los”, dom Walmor

Por ocasião da 34ª Semana do Migrante celebrada pela Igreja no Brasil de 16 a 23 deste mês e, especialmente, neste dia 20 em que marca mundialmente o Dia dos Refugiados, o arcebispo metropolitano de Belo Horizonte e presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), dom Walmor Oliveira de Azevedo divulgou um vídeo conclamando os cristãos a acolher os migrantes.

70,8 milhões de pessoas em fuga, um número que ultrapassa o dobro do número de vinte anos atrás, destaca o ACNUR a agência da ONU para os refugiados no relatório Global Trends, porque a crise na Venezuela, em particular, só se reflete neste número por suposição. Refugiados, requerentes de asilo e pessoas deslocadas internamente, os três principais grupos. Em 2018, uma em cada 108 pessoas era refugiada, de acordo com o relatório, e uma em cada duas era menor de idade.

No Brasil, existem aproximadamente 1.2 milhão de migrantes; os refugiados, em dado cumulativo, são mais de 10 mil; e há mais de 30 mil solicitações de refúgio. “O desafio existencial de todos nós não é amar os que são próximos como a família e amigos, isto já fazemos com naturalidade. É nosso dever, como cristãos, amar os migrantes, acolhê-los e ampará-los”, disse dom Walmor. Acompanhe a seguir a íntegra da mensagem.

Share This